História do Sporting Clube da Covilhã
Igor Rodrigues
Terça, 15 Março 2022 00:00

O guarda-redes Igor Rodrigues percorreu os escalões jovens de SC Leiria e Marrazes, União de Leiria, SC Pombal, Leixões SC, Académica de Coimbra e UD Tocha, no qual se estreou no patamar sénior ainda com idade de júnior, na altura no Distrital da Associação de Futebol de Coimbra. Igor Rodrigues rumou depois ao FC Oliveira do Hospital, onde o Sporting da Covilhã o foi contratar para a época 2015/2016, começando por destacar-se na baliza da equipa B do nosso clube. As actuações de Igor Rodrigues foram premiadas com a presença no principal onze serrano, pelo qual jogou em 66 encontros oficiais até ao final da temporada 2017/2018, embora esta última época já tenha sido na condição de emprestado do SL Benfica, visto que os encarnados não demoraram a assinar contrato com o guardião. Ainda no âmbito de empréstimo do emblema lisboeta, Igor Rodrigues envergou a camisola de GD Estoril Praia e Desportivo de Chaves, estando agora a título definitivo no CD Feirense. Que memórias ficaram das intervenções de Igor Rodrigues nas redes covilhanenses?

Actualizado em Terça, 15 Março 2022 09:42
 
SC Covilhã 2 CD Trofense 0
Domingo, 13 Março 2022 00:00

Samu remata para o 2-0

Volvidos quase três meses, o Sporting Clube da Covilhã volta a saborear uma vitória na Segunda Liga, visto que nesta jornada derrotou o Clube Desportivo Trofense por 2-0, com ambos os golos apontados no segundo tempo, tendo a assinatura de Kukula e de Samu.

Os serranos entraram no jogo com sinal mais e não demoraram a causar problemas à defensiva nortenha, nomeadamente num remate de Lucas Barros em plena área e numa acção de Rui Gomes que obrigou um defensor adversário a uma intervenção decisiva. Os visitantes responderam posteriormente num lance de bola parada, em que João Paulo não chegou ao toque triunfal por muito pouco. A partir do meio da primeira parte, o encontro perdeu algum ritmo e o equilíbrio passou a ser a nota dominante, em que apenas um ou outro lance provocou alguma incerteza sobre se o nulo seria o resultado no período de intervalo.

Na etapa complementar, a partida parecia ir novamente para caminhos mais sossegados, mas tudo foi alterado aos 57 minutos, quando os comandados de Leonel Pontes inauguraram o marcador por intermédio de Kukula, que cabeceou com êxito na sequência de uma jogada de alto nível de Rui Gomes pela esquerda. O Trofense ameaçou alcançar o empate aos 67 minutos, com Capita e Matheus Índio a rematarem contra a barreira defensiva covilhanense para desespero do treinador Francisco Chaló, que foi devidamente saudado pelas hostes serranas pela sua anterior passagem pelo nosso clube. Os locais também tiveram ocasiões para novos festejos, destacando-se o minuto 80, pois, Samu surgiu isolado diante do guardião Rodrigo Moura, mas rematou torto para tristeza dos adeptos serranos. No entanto, o mesmo Samu redimiu-se deste falhanço aos 84 minutos e fixou o resultado em 2-0 com um belo remate, após passe de Rui Gomes, que assim esteve na origem dos dois tentos das cores covilhanenses. O derradeiro apito do árbitro Rui Lima selou o triunfo da formação local, algo que não tinha acontecido nas últimas dez rondas, esperando-se que seja o início de uma fase positiva de resultados que permita a subida na tabela classificativa, seguindo-se a recepção ao CD Mafra no próximo sábado.

Texto: Eugénio Lopes.

Fotografia: Filipe Pinto - Foto Académica.

Ficha de jogo: https://www.ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20212022/ligaportugalsabseg/26/9

Actualizado em Domingo, 13 Março 2022 20:45
 
Medarious
Terça, 08 Março 2022 00:00

O ganês Medarious chegou ao futebol português na época 2015/2016 para representar o Sporting da Covilhã, onde começou por demonstrar a sua qualidade na equipa B, mas sem demorar a integrar o onze principal, pelo qual efectuou 50 jogos oficiais nas duas temporadas em que envergou a nossa camisola, tendo assinado quatro golos. As boas exibições de Medarious como extremo possibilitaram-lhe a ida para o Vitória de Guimarães, no qual foi essencialmente utilizado na formação B, com um empréstimo ao Leixões pelo meio. Em Agosto de 2018, Medarious teve uma lesão muito grave com as cores vitorianas, sendo mesmo colocada a hipótese de terminar a sua carreira desportiva, contudo, após longa ausência dos relvados, o ganês voltaria à competição na época 2020/2021 com a camisola do Esperança de Lagos. Actualmente, Medarious joga no Marbella FC, que milita na 3ª Divisão de Espanha. Que memórias ficaram das arrancadas de Medarious com o emblema covilhanense?

Actualizado em Terça, 08 Março 2022 09:42
 
CD Nacional 1 SC Covilhã 1
Sábado, 05 Março 2022 00:00

O Sporting Clube da Covilhã deslocou-se à ilha da Madeira para jogar com o Clube Desportivo Nacional e conseguiu somar um ponto na tabela classificativa, visto que a partida terminou com um empate a uma bola, sendo o tento serrano apontado por Diogo Almeida aos 86 minutos na conversão de um pontapé de penálti.

Entrou mais forte na partida o emblema do Funchal, que ameaçou colorir o marcador logo aos 5 minutos, quando o remate de Francisco Ramos foi eficazmente desviado pelo guardião Léo Navacchio para o poste. Perante o ascendente do conjunto local, os serranos procuraram responder em contra ataque e aos 17 minutos ainda assustaram a defensiva adversária, mas Rui Gomes não conseguiu concluir o lance em boa posição para ter êxito. Com tanta posse de bola, o Nacional voltaria aos lances de perigo no derradeiro quarto de hora da primeira parte: aos 32 minutos, João Camacho atirou com convicção, porém, a redonda foi desviada por Lucas Barros para as malhas exteriores da baliza visitante; e aos 45 minutos, Francisco Ramos rematou para uma grande intervenção de Léo Navacchio segurar o nulo para o tempo de intervalo.

Na etapa complementar, a equipa liderada por Leonel Pontes apresentou-se mais rematadora e Felipe Dini foi protagonista de duas situações perigosas para as redes nacionalistas: aos 46 minutos, o médio brasileiro concluiu uma boa jogada de Rui Gomes com um remate que parecia certeiro, no entanto, a oposição de Danilovic evitou o sucesso covilhanense; e aos 51 minutos, Felipe Dini viu a sua iniciativa passar um pouco ao lado da baliza defendida por Vágner. Curiosamente, foi na fase em que os serranos estavam em melhor plano que o conjunto madeirense inaugurou o marcador, quando aos 59 minutos Francisco Ramos rematou cruzado a passe de Baiano e provocou os primeiros festejos no Estádio da Madeira. O jogo atravessava um período de maior emoção e não faltaram lances delicados junto de ambas as balizas, mas a vantagem local foi permanecendo no "placard". O Sporting da Covilhã acreditou sempre que podia evitar a derrota e o empate esteve quase a acontecer aos 82 minutos, mas Kukula permitiu uma boa defesa de Vágner para impedir esse objectivo. Contudo, a igualdade seria mesmo uma realidade aos 86 minutos, visto que Rafael Vieira derrubou Jorginho em plena área madeirense, com o árbitro Carlos Macedo a assinalar o respectivo castigo máximo, que Diogo Almeida aproveitou para estabelecer o 1-1 que foi resultado final. O onze covilhanense somou assim o décimo jogo consecutivo sem vencer na Segunda Liga, desejando-se que esta série possa ser quebrada na próxima jornada, quando receber o Trofense no Estádio Santos Pinto.

Texto: Eugénio Lopes.

Ficha de jogo: https://www.ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20212022/ligaportugalsabseg/25/7

Actualizado em Sábado, 05 Março 2022 16:59
 
Hugo Marques
Terça, 01 Março 2022 00:00

O guarda-redes Hugo Marques começou por defender a baliza do Varzim SC, mas as suas intervenções chamaram a atenção do FC Porto, que o foi contratar para os juvenis, tendo concluído a formação no clube azul e branco e efectuado a estreia no patamar sénior através da equipa B. Hugo Marques somou duas internacionalizações sub-20 por Portugal e duas sub-18, embora a nível de selecção AA a opção tenha recaído por Angola, com destaque para a sua participação na edição de 2012 da CAN. Depois do conjunto portista, Hugo Marques defendeu as cores de CF União de Lamas, AC Vila Meã, Gil Vicente FC, FC Tirsense e as equipas angolanas Kabuscorp e 1º de Agosto, antes de assinar pelo Sporting da Covilhã na época 2016/2017. Hugo Marques defendeu as redes do nosso clube em 13 jogos oficiais, ajudando a agremiação serrana a alcançar o 7º lugar na 2ª Liga, com saliência para a titularidade na partida em que os covilhanenses eliminaram na Taça de Portugal o SC Braga, que era o detentor do troféu. Hugo Marques rumou depois ao SC Farense, jogando actualmente no campeonato da África do Sul com o símbolo do Cape Town City. Que memórias permanecem das defesas de Hugo Marques na baliza serrana?

Actualizado em Terça, 01 Março 2022 00:04
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 7 de 227
Livro História SCC
.
fa

Livro História do Sporting Clube da Covilhã 1923-1990 disponível para aquisição na Foto Académica, localizada nas Escadas do Quebra Costas n.º 2 - Covilhã

ATLETAS
JOGADORES DE A a Z:
TREINADORES
OUTRAS FIGURAS
ENTREVISTAS
EVENTOS
CONTACTOS
OUTROS
REDES SOCIAIS

face

SPONSOR

Gigarte - Design e Comunicação

ESTATÍSTICA
Visualizações de conteúdos : 2774033